Categorias
BLOG

CABIDEIRO DE CIMENTO E ISOPOR

É com muito prazer que vou apresentar pra vocês um projeto muito fácil, muito barato e muito útil também. E o melhor de tudo.. reaproveitando rolhas e isopor!! Isso mesmo gente!! Estamos inciando nossa temporada de faça você mesmo aqui na #casadaerika e o primeiro projeto é um #cabideiro de #cimento feito com uma mistura especial e sustentável, usando isopor!

Muita gente consome vinho e as rolhas ou acabam indo para o lixo ou para aqueles quadros na parede.. eu também já tive um pote, mas uma hora aquilo transborda né gente? E outra, o que fazer com um monte de rolha? Só não joguem no lixo POR FAVOR!!!

Então vou dar três opções de como usar a rolha de forma inteligente na decoração! Vem comigo:

Apoio de panela por @erikakarpuk . Reaproveitamento, rolhas, menos lixo mais designPRIMEIRA OPÇÃO
Não sei se vocês lembram desse projetinho aqui, um apoio de panela mais fofo, de 2014.. a gente fez um vídeo muito querido no comecinho do canal: como reaproveitar rolhas na decoração. E agora ele está aqui na minha casa, na cozinha. Acho muito legal porque é um apoio de panela descolado e moderno, e assi.., desde 2014 ele existe, já usei um monte, ou seja, o projeto funciona né gente, vamos combinar. <3 Hoje não uso mais como apoio de panela, mas ele está na minha parede da cozinha como decoração porque ele é muito fofo e traz lembranças incríveis relembrando os primórdios do canal.

Cabideiro de rolha por @erikakarpuk . Reaproveitamento, rolhas, menos lixo mais designSEGUNDA OPÇÃO
A segunda ideia é muito simples, muito legal e funciona bastante, que fica bem
bacana também é o que está na minha cozinha – prometi pra vocês que ia mostrar – que é um pendurador de pano de prato! Pra fazer é bem fácil: basta furar uma rolha inteira com uma broca bem fininha e aí furar com uma outra, um pouco maior, pra ela aprofundar na rolha e conseguir encaixar a cabeça de um parafuso. Então ele fica super bem acabado, o parafuso fica interno e você coloca onde você quiser. Dá pra pintar? Dá! Dá pra fazer alguns acabamentos aqui. Eu gosto muito, principalmente desses desenhos da rolha, acho demais!! Eu particularmente gosto, acho lindo.. mas vai que.. enjoou? pintou!

Pendurador de cimento por @erikakarpuk . Reaproveitamento, cimento, rolhas, menos lixo mais designTERCEIRA OPÇÃO
Eai, o próximo e mais legal deste post aqui é o pendurador de cimento!! Ele mistura várias técnicas que já ensinei aqui, mas esse aqui tem um diferencial que vai ajudar a fazer outros projetos. A base dele é de concreto, mas esse concreto é diferente.. nessa mistura vai isopor por dois motivos muito importantes: 1) isopor não tem reciclagem
suficiente no Brasil então com certeza vai pro meio ambiente, ou seja, é muito importante a gente tentar dar uma nova função, reaproveitar de forma inteligente e diminuir o descarte incorreto. e 2) porque com o isopor a peça final fica beem mais leve pra por na parede e assim, mais seguro também!

MATERIAIS:
Pra fazer esse projeto a gente vai precisar dê:
1) 2 partes de cimento Votorantim Todas As Obras 
2) isopor triturado
3) água
4) areia
5) 5 rolhas
6) mini ganchinhos
7) parafusos com bucha
8) além de madeira para fazer o molde

PASSO A PASSO:
Primeiro passo: triturar o isopor, que você pode encontrar em qualquer lugar, qualquer
caçamba, qualquer lixeira, pode ser qualquer tipo de isopor. Você vai triturar no liquitificador com água.
Segundo passo: para fazer o molde, usei alguns pedaços de madeira, cortei na
medida que precisava – a minha tem 28x15cm – Você pode fazer também numa tampa de caixa de sapato, de presente.. tanto faz, tá bom? O importante é ter a medida que você quer pra ser proporcional a área que você vai colocar na sua parede.
Terceiro passo: pra fazer a massa você vai uasr:
2 partes de cimento Votorantim Todas as Obras
2 partes de isopor triturado
1 parte de água
1 de areia
* Porque estamos usando o isopor? Pra deixar essa peça mais leve. Então a gente vai
usar isopor que seria descartado no meio ambiente pra fazer várias peças de concreto
aqui na #casadaerika. Usar o isopor é uma ótima solução pra deixar as peças mais
leves.
Quarto passo: agora é hora de cuidar das rolhas, então escolha as rolhas que sejam
mais bonitinhas, que não estejam destruídas e que tenham mais ou menos o mesmo
estilo pra ficar legal. Pode ser de cortiça natural ou sintética. As cortiças sintéticas são
mais difíceis de danificar, já as naturais precisam acertar, dar uma lixada.. então é
sempre bom dar um tapa pra deixar mais bonitinho, né? Aí com elas já zeradas
bonitinhas, você vai colocar com cola, na posição que você quer dentro do molde.
Quinto passo: com as rolhas secas, você vai colocar o cimento com isopor, eaí dá uma
martelada de leve nas laterais pra massa acentar. Não precisa preencher totalmente
porque a gente ainda vai dar um acabamento pra ele ficar 100%, bem bonito!!
Sexto passo: depois de 24 horas é legal fazer uma massinha de cimento bem leve, pra
fazer uma camadinha por cima, pra jogar nessa superfície que já está seca para dar
acabamento porque assim ela vai cobrir as bolinhas de isopor que ficam aparentes.
Deixou secar 24 horas? Já está bom para desinformar mesmo que esteja úmido esse é
um período bom pra tirar porque você ainda consegue arrumar e por estar úmido sai mais fácil, quando está muito seco e muito rígido corre o risco de trincar.
Sétimo passo: para finalizar é lixar para dar um bom acabamento, tirar as imperfeições
e passar verniz, resina, qualquer material próprio para impermealizar o cimento. Eu
deixei a lateral bem rústica, com a marca do isopor, eu acho bonito, como vocês sabem
a história do descontruindo a perfeição.
Oitavo passo: eu usei os ganchinhos para dar o stop, pro que você pendurar aqui não
cair.
Nono passo: para fixar na parede, é a mesma técnica do segundo projeto, é o mesmo
processo.. furar com uma broca mais fina na totalidade e com uma mais grossa para
encaixar a cabeça do parafuso.

Então é isso, é muito fácil de fazer, é muito simples, em dois dias você tá com seu cabideiro de cimento lindão e pronto pra usar na tua casa, em qualquer lugar, qualquer ambiente.. cozinha, home office, banheiro, quarto das crianças.. enfim, onde realmente você tiver necessidade de usar e a criatividade permitir! ;)

Me acompanhe e não perca nenhuma novidade <3
EkTuBe: https://www.youtube.com/erikakarpuk
Facebook: https://www.facebook.com/ErikaKarpuk
Grupo no Facebook: #casadaErika
Instagram: https://www.instagram.com/erikakarpuk/
Twitter: https://twitter.com/erikakarpuk

Para compartilhamento de texto e imagens LEIA AQUI!

Categorias
BLOG DESIGN SUSTENTÁVEL DICAS DA ERIKA KARPUK INSPIRAÇÃO

DESCONSTRUINDO A PERFEIÇÃO NA DECORAÇÃO

Meu relacionamento com o design de interiores tem 20 anos de existência. Passou muito rápido desde o meu primeiro estágio, e muitas mudanças aconteceram na minha vida e no mundo.
Até bem pouco tempo atrás eu trabalhava da forma mais tradicional possível. Mas essa tal de vida foi me levando para um caminho novo, um futuro que até então eu desconhecia, até chegar aqui, no universo do design sustentável.

Porém o que tem aflorado muito em mim é a necessidade de libertação dos velhos conceitos impostos pela Cultura do Consumo.

Estou morando numa casa antiga e tudo o que meu olho pode ver não está alinhado, nem tem um acabamento perfeito. A pintura é mais ou menos. As paredes não são completamente lisas. O forro não é perfeitamente colocado, e existem frestas minúsculas que meu olhar de designer é atraído como imã. Tem formigas, sim! São chatas e preciso guardar tudo bem guardado para que não ataquem meus quitutes. A iluminação não é high-tech e super moderna. Os tijolos aparentes são meio quebrados, uns mais pra frente que os outros. E por ai vai… A lista é imensa.

Mas como a “rainha do projeto executivo perfeito e do detalhamento de 100 páginas” pode morar numa casa assim? (sim! eu era a chefe mais rigorosa do mundo quando o assunto era projeto).

Então respondo já fazendo uma nova pergunta:

Estou feliz nessa casa toda antiga e desalinhada?

E agora sim, a resposta definitiva:

SIM!!! Muito feliz!

E talvez até poderia terminar meu argumento aqui! Por que a desconstrução da perfeição é justamente sobre isso! Porque pra morar e viver bem, e feliz, a gente não precisa do alinhamento perfeito, dos revestimentos mais caros, dos móveis mais incríveis do mundo. Por que não é isso que fará sua existência como ser humano ser melhor. E mais importante, não trará felicidade, e sim uma satisfação momentânea que logo se transforma em ansiedade, que consequentemente traz aquela sensação de vazio e o sininho do “preciso de algo novo” toca.

E sabe como se chama esse processo?  Cultura do Consumo!

Você sai às compras buscando preencher aquele vazio, aquela ansiedade. Compra. Usa. E logo mais a sensação volta a bater. É um círculo vicioso!

E essa cultura do consumo invadiu nossa vida de tal forma, que hoje ela já faz parte do nosso DNA. Costumo dizer que somos a “geração Apple”, onde o design é perfeito, onde tem que ser caro pra ser bom, onde a marca é a referencia de qualidade. E então, vamos sendo moldados inconscientemente para acreditarmos nisso. Outra consequência da Cultura do Consumo, é a descrença do que somos capazes de fazer. Porque pra ser bom, precisa ser comprado. E ai, entra a Cultura do Faça Você Mesmo pra quebrar paradigmas.

Trabalhar com o “faça você mesmo” me ajudou a enxergar tudo isso, porque cada objeto criado, cada parede pintada, cada lixada em cimento… eu penso: Caraca, fui capaz de fazer sozinha! Ficou perfeito? Na maioria das vezes não. Mas deu uma satisfação pessoal? Sim! E muito!

O que faz um lar ser confortável e feliz? É o quanto pagou no sofá assinado ou a foto dos seus amigos colada com durex na parede? É o piso de mármore italiano que pagou uma fortuna ou estar rodeado de gente querida numa mesa qualquer?

Daí lá vem o mimimi… “ah… mas essas coisas caras e incríveis me fazem feliz!”

Tem certeza disso? Já parou pra pensar se realmente você é feliz com tudo o que comprou na vida? E se de um dia pro outro essas “coisas” não existirem mais? Sua felicidade acaba?

Já dizia Coco Chanel: “As melhores coisas da vida são de graça; as que vêm em segundo lugar são muito, muito caras.”

Então, meus amigos, venho aqui, humildemente, para alertá-los que não é o piso perfeito e as paredes alinhadas que trazem a felicidade! É um exercício árduo (confesso!). E estou desconstruindo a minha percepção do que é perfeito à partir das minhas experiências de vida. E isso tem feito um bem danado para minha alma e meu coração. E é com todo carinho que desejo à vocês o mesmo. Tudo bem se tiver um celular mais ou menos, uma casa mais ou menos, uma roupa mais ou menos. Todas essas “coisas” ficam velhas e obsoletas. E precisam ser trocadas. E então?  Vamos Desconstruir a Perfeição?
Assista ao vídeo onde falo um pouco mais sobre isso:

#desconstruindoaperfeição

Inscreva-se no Ektube e acompanhe toda a reforma da #casadaErika

Categorias
DESIGN SUSTENTÁVEL DICAS DA ERIKA KARPUK

GUIA PARA COMPRAR MÓVEIS E DECORAÇÃO EM BAZAR DE USADOS

Olá amig@s!

Eu visito o bazar da Casas André Luiz em Guarulhos faz muito tempo, e dessa vez decidi fazer um Guia pra facilitar as compras de quem quer se aventurar na busca de relíquias em bazares de móveis e objetos usados.

Casas André Luiz. Vila Galvão. Guarulhos.SP
Casas André Luiz. Vila Galvão. Guarulhos.SP

1º. Esteja disposto a se sujar!

Casas André Luiz. Vila Galvão. Guarulhos.SP
Casas André Luiz. Vila Galvão. Guarulhos.SP

Sim! Deixe a roupa “fina” em casa! Você está indo num local onde tem muita poeira e muitos móveis empilhados. Pela Lei de Murphy imagine o que vai acontecer? Provavelmente aquela cadeira “tipo sonho” será a primeira da pilha, ou seja você terá que tirar todas as peças que estão por cima!

2º. Você não será paparicado pelo vendedor!

Casas André Luiz. Vila Galvão/Vila Rio Guarulhos.SP
Casas André Luiz. Vila Galvão/Vila Rio Guarulhos.SP

Nesses lugares não tem funcionários para te paparicar. Eles são simpáticos, mas só atendem quando são chamados, para tirar alguma dúvida ou passar preços. Minha dica para facilitar a vida é, logo que chegar procure um vendedor e guarde seu nome, muitas vezes eles tem etiquetas com seus nomes para colar em móveis e objetos vendidos. Nas Casas André Luiz eu pego com o vendedor algumas etiquetas com seu nome pra colar nos móveis que quero, assim não preciso sair correndo atrás dele quando encontro algum objeto de desejo.

3º. Defina um estilo (e não um objeto específico)

Encontrando relíquias de decoração em bazar/brechó.
Encontrando relíquias de decoração em bazar/brechó.

Sempre que vou em bazares buscando uma mesa, saio com uma cadeira. Vou atrás de um aparador, saio com uma pilha de pratos antigos. É assim minha gente! Ir com um foco específico é frustração na certa. Sabe por que? Por que em bazar você encontra o que tem pro dia! Não é uma loja convencional. Encontrei essas cadeiras da imagem por acaso, R$ 10,00 cada uma! São lindas, estão com a estrutura perfeita. Só o estofado de duas delas que serei obrigada a trocar infelizmente. Mas é a oportunidade do momento! Nessa minha última visita fui tentar achar um vidro para uma mesinha, e encontrei por R$ 3,00! Sorte? Talvez. Mas poderia não ter encontrado. Então a minha dica é se decidir por um estilo específico, por exemplo “quero encontrar peças no estilo Shabby Chic para decorar minha sala.” E ir atrás de peças que transmitam esse estilo, ou peças que possam ser transformadas com base no estilo escolhido. Fui atrás de objetos para um cliente solteiro, e queria um estilo masculino e industrial. Encontrei vários itens que completarão a Dekor com alguns ajustes! Lógico que vocês terão que acompanhar as redes pra saber o resultado, mas mostro pra vocês os itens no seu estado “natural”.

Encontrando relíquias de decoração em bazar e brechós
Encontrando relíquias de decoração em bazar e brechós

Além dos objetos ainda encontrei algumas almofadas por 5,90 com tecidos variados e lindos. Acreditem se quiser! Gastei um total de R$ 211,00 para meu cliente, com valor médio menor que R$ 7 por peça ♥

4º. Liberte-se dos Preconceitos!

Bazar é lugar de pobre, lugar de rico. Gente que acha 3 reais um absurdo, gente que acha 500 reais uma bagatela. Tem coisa usada por outra pessoa, tem coisa nova com defeito, coisas quebradas, coisas sujas. Tem coisa faltando pedaço, parafuso e pé. Mas a graça está bem ai!

O prazer de encontrar um item belo e refinado no meio de outros sem valor é indescritível. E pensar que aquele objeto estava esperando pra ser encontrado por você…

NOTA: Não costumo comprar roupas nem objetos de uso pessoal, mas na minha última visita encontrei uma bolsinha FENDI! Original! Olha... não sou consumista e não ligo pra marcas, mas encontrar uma bolsinha reluzente por 5 reais fez minha alma feminina gritar de emoção.
Encontrando relíquias Casas André Luiz. Vila Galvão. Guarulhos.SP
Encontrando relíquias Casas André Luiz. Vila Galvão. Guarulhos.SP

Encontrei essa fruteira maravilhosa por 25 reais! E aí eu penso… Como ninguém viu antes? Estava lá, misturada à vários outros objetos… Imaginem a minha alegria :D

5º. Enxergue além do alcance! 

Abra os olhos da cara e do coração :D Como experiência pessoal posso afirmar, uma mesa sem um parafuso pode ser consertada. Uma peça solta pode ser encaixada. Um estofado rasgado pode ser trocado. Eu garanto a você que consertar é mais econômico que comprar novo. Se não tem como pagar, dê uma pesquisada no Youtube e certamente irá encontrar alguém ensinando a fazer. ♥

Abaixo algumas ideias reutilizando itens antigos:

Aqui as xícaras da vovó se transformaram em vasinhos. Você pode encontrar cerâmicas e porcelanas antigas nos brechós por R$5! Pires e pratos de sobremesa por R$2! (Aprenda a usar cerâmica antiga na decoração nesse vídeo AQUI)

Fotos e texto Erika Karpuk - SOB LICENÇA CC by-nc-nd 4.0
Os vasos de violetas são na verdade antigas xícaras adaptadas ao novo uso.
Cozinha de concreto da Erika Karpuk sob o conceito OBRA LIMPA

Na foto abaixo esse biombo de fibra natural chiquérrimo foi um pouco mais caro: R$110,00.

A cadeira(verde) “formiga” custou R$40,00.

Primeiro Estúdio Dekor. Casa restaurada de 1915 . Erika Karpuk
Primeiro Estúdio Dekor. Casa restaurada de 1915 . Erika Karpuk

Mesinhas assim são encontradas com muita facilidade. Essa abaixo paguei R$35,00 e apliquei o vinil auto adesivo preto. (Aprenda a usar e aplicar o vinil nos móveis nesse vídeo AQUI)

MESA DA VOVÓ

6º. Negocie o valor final

Geralmente é possível negociar os valores e ganhar bons descontos. Pechinche!

7º. Carreto e frete

Eu já comprei coisas demais e quando fui colocar no carro, adivinhem… Pois é, para não pagar esse mico, verifique se o seu carro comporta suas compras. Se for necessário contratar um frete, negocie antes de pagar as compras. Geralmente os carretos ficam em frente aos bazares, mas é importante negociar antes. Caso contrário o barato sairá caro. De verdade viu!

Também verifique se o transporte está em bom estado e se as suas compras estão bem protegidas para serem transportadas. Espelhos e vidros devem ser muito bem presos, se possível cobertos com mantas. No caso de um carreto com carroceria aberta, o responsável deve cobrir seus móveis para proteger do sol e da chuva.

MAIS DICAS:

  • Sempre dou uma olhada nos quadros. SEMPRE (mesmo!) encontro alguma coisa legal. Se a arte não me agrada ainda tem muitas molduras que poderão ser reaproveitadas.
  • Discos de vinil são jogados fora com certa frequência. O estilo musical pode até não agradar, mas existem capas sensacionais que podem virar quadros, jogos americanos ( cubra com fita adesiva ou contact cristal e use!) e painéis de parede.
  • Quando for comprar vidros usados, verifique se é vidro comum ou temperado, pois se for o segundo caso, não conseguirá cortar a peça.
  • Se o móvel é de madeira, nunca deixe de procurar (muito!) os famosos cupins. Muita gente doa seus móveis pois estão infestados de cupim. Caso o Bazar não os perceba, podem ser colocados à venda.
  • Esse é o SITE com todos os endereços das Casas André Luiz

Esse é o vídeo do meu SnapChat participando a galera com as minhas aventuras!

MAPA DOS GALPÕES – CASAS ANDRÉ LUIZ EM GUARULHOS

Categorias
DESIGN SUSTENTÁVEL DIY/FAÇA VOCÊ MESMO

LUMINÁRIAS FEITAS COM TACO DE MADEIRA

Fui convidada pela TV Gazeta à participar do programa Revista da Cidade. Levei várias ideias de luminárias que fiz nos últimos anos, mas quis dar ênfase aos queridos tacos de madeira, tão descartados hoje em dia. Além das 3 LUMINÁRIAS DE TACOS que lancei no vídeo recente do EKtube, levei um projeto simples para fazer no programa, que é ao vivo e geralmente bem corrido para fazer um passo a passo. Então elaborei um tutorial para que todos possam se orientar e se animar em casa. Quem fizer e quiser compartilhar comigo, use a hashtag #EUNOEKTUBE. Ficarei muito feliz em ver as artes de vocês!
O tutorial é da arandela com pote de vidro, mas no final deste post tem a imagem da arandela apenas com o soquete, que eu também adoro!

arandela de taco soquete e vidro da erika karpuk
arandela de tacos da erika karpuk

arandela de taco e soquete da erika karpuk

Categorias
DESIGN SUSTENTÁVEL

05 ITENS QUE FARÃO SUA CASA SER MAIS SUSTENTÁVEL

O conceito de uma casa sustentável refere-se à uma construção projetada e executada seguindo os princípios da sustentabilidade ambiental. Sempre visando o respeito ao meio ambiente e o bem estar dos moradores.

Até então as características de uma “casa sustentável” estavam voltadas apenas à construção e arquitetura, considerando instalações elétricas e hidráulicas que possibilitam o uso racional da água e energia elétrica como o aquecimento solar por exemplo, o uso de madeiras certificadas, o emprego de materiais recicláveis e reutilizáveis na obra, evitando o desperdício e a redução na geração de resíduos, o conhecido “entulho”.

Mas algo está mudando! Não só a construção de um imóvel precisa ser sustentável. Apartamento e imóveis antigos também estão aderindo à nova pratica e conceito. É importante atualizarmos as atitudes para que todos possamos ser responsáveis pelo consumo e geração de lixo em todos os níveis e setores!

5 ITENS que farão sua CASA ser mais SUSTENTÁVEL!

lampada sustentável1- ACEITAR COM CARINHO AS LÂMPADAS DE LED NA SUA VIDA. Num apartamento por exemplo, é possível trocar as antigas lâmpadas incandescentes pelas lâmpadas de led, onde o consumo de energia reduz drasticamente. A lâmpada incandescente tornou-se uma vilã da economia porque converte apenas 5% da energia adquirida em luz, contra os 95% de calor emitido, que não têm efeito algum. Um verdadeiro desperdício em momentos de racionamento de custos e de preocupação efetiva com o planeta.

O Consumo (de tudo) é o vilão do futuro! Por isso, reduzi-lo é o fator principal para nossa sobrevivência nesse planeta!

gota2- TROCAR AS VÁLVULAS ANTIGAS das bacias acopladas ou de parede para as modernas com duplo acionamento também reduz o consumo de água em até 50%. Existem empresas que só fazem isso hoje em dia. No meu prédio foram trocadas todas as válvulas antigas e a redução foi muito grande. O condomínio contratou uma empresa para a troca de todas as válvulas. Mas os fabricantes dizem que pessoas que têm noções básicas de bricolagem podem fazer a troca com a ajuda dos manuais de instrução. Reduz a conta “$”  e consumo de água! Ou seja, corre pra trocar a sua!

#dekorsustentavel3- CONCEITO OBRA LIMPA: Pensar no reaproveitamento e reforma dos móveis é essencial! A troca de revestimentos ou reformas em qualquer nível também deve ser consciente! Não podemos mais pensar apenas nas nossas próprias necessidades! É obrigação de todos pensar em formas de amenizar qualquer impacto ambiental que possamos causar na natureza. Seja ela na construção, reforma ou decoração. Se você quiser ficar por dentro do conceito da Obra Limpa na Decoração acompanhe o blog e assista a nossa palestra a respeito.

selo_verde4- SEJA UM CLIENTE CHATO! Na decoração, é muito importante que itens de decoração de qualquer espécie tenham selo verde. O consumidor deve exigir isso! Se levarmos em consideração a quantidade de lojas, marcas e produtos comercializados no Brasil na área da decoração, ainda temos poucas opções. É preciso procurar sempre no site da empresa onde deseja comprar algum produto, uma área relacionada à responsabilidade socioambiental, para saber o que ela faz, vende e o quanto impacta na natureza. Lembre-se que marketing é marketing, e ele é feito para você acreditar nele! As grandes industrias alimentícias, moveleiras, de vestuário… todas que você possa imaginar… descobriram que tudo que tem uma árvore verde, um textinho fofo dizendo que é 100% ecológico, 100% natural, etc, vende! E como vende! Mas não se deixe enganar! Hoje em dia até madeira de demolição é “produzida”! O rótulo só é importante se o conteúdo do frasco for condizente. Dê preferencia aos produtos artesanais ou pesquise antes de comprar!

We_Can_Do_It!5- O PODER DO FAÇA VOCÊ MESMO. Fazer algo com suas próprias mãos é a postura do futuro! Quando você se dispõe à colocar a mão na massa, a restaurar algo, a construir algo… isso influencia diretamente no consumo, que é o pai da degradação do planeta.  “Mas Erika, eu não tenho habilidade…” Então eu te respondo… Pra começar tem que… começar! Coragem! Sem preguiça e boa vontade qualquer pessoa consegue criar algo! Isso eu garanto!  A redução do consumo favorece o planeta e consequentemente seu bolso, além de deixar a casa linda, saudável e sustentável. Então mãos à obra!!!! E contem comigo!!!

Reciclar o Lixo não entra nesta lista, por que suponho que você esteja fazendo isso certo? E se não está, abafa o assunto, juro que não conto pra ninguém… mas você promete começar hoje a separar as latas de alumínio dos restos de comida? Aqui tem uma cartilha legal pra te atualizar e tô aqui se precisar de um incentivo moral tá? :)

A revista Decorar Mais por Menos pediu minha opinião sobre o que é uma Casa Sustentável.

Casa Sustentável por Erika Karpuk

(se quiser compartilhar o conteúdo deste post, você deve citar o meu nome como autora e lincar para http://www.erikakarpuk.com, muito obrigada.)
#dekorsustentavelO selo verde "Dekor Sustentável" identifica nosso conteúdo a tudo que for voltado à sustentabilidade, qualquer atitude ecologicamente correta, e consciência social e ecológica. Utilize a hashtag  #dekorsustentavel para mostrar que você também se identifica com nossa proposta e quer participar da transformação do nosso futuro!
Categorias
BLOG DIY/FAÇA VOCÊ MESMO

COMO PINTAR ESPELHOS

Como pintar espelhos? Pintar mesmo gente! Esconder!!! Não olhar pra eles nunca mais!

Historinha do dia: O banheiro do ap novo tem 30 anos! E para não alterar gabinetes e as molduras dos espelhos que já existiam resolvemos fazer o teste e pintar com compressor não só a madeira, mas também todos os detalhes em espelho que existiam por ali.

Os espelhos revestiam as portas e todos os frisos da lateral do gabinete! Resultado: Olhe por si só e me diga…  você acha que atrás da pintura destas portas existem espelhos? E outra pergunta: Você acredita que atrás dessa mesma pintura existem dois tipos de superfície (madeira e espelho)?

dicasDekor#6
Então vamos pra parte técnica… Pintar com compressor é bom demais! Ele pulveriza a tinta de forma uniforme, e como é bem fininha, a tinta fixa super bem na superfície.
Eu vi alguns tutoriais de como pintar espelho, e neles vi até que deve lixar o espelho antes de pintar… mas aqui não fizemos isso (na verdade acho estranho lixar espelho, porque imagino que o resultado é tipo lixar vidro… ou seja… o efeito não é muito satisfatório… ou risca ou não faz nada). É necessário tirar a gordura do espelho, porque nenhuma tinta pega em cima de superfície engordurada, mas é isso.

Gosto muito de colocar a mão na massa, mas dessa vez quem fez o serviço perfeito foi o pintor.
Pra quem se interessar, achei um guia de como pintar com compressor, dá uma olhada aqui.

Outra dica do meu amigo e empreiteiro Jucemir Coelho, da JCA Manutenções, é passar uma camada de cola de sapateiro em toda a superfície do espelho antes de emassar e pintar o espelho. Ele terá uma resistência maior à impactos. No meu banheiro não fizemos isso, e o risco de impacto é pequeno, mas imaginem numa loja por exemplo, onde a circulação é intensa… essa camada de cola de sapateiro quando seca cria uma película “maleável”, depois de seca é necessário emassar o espelho e lixar como se fosse parede, preparando-o assim para a pintura com o compressor.

Usamos a tinta esmalte, que para ser usada no compressor deve ser diluída em tinner.

Achei esse vídeo mostrando como é feita a pintura

 

Parece ser bem fácil né?

Mas meu amigo Edu do Homens da Casa fez um tutorial dando sua opinião dos prós e contras de usar um pulverizador. Então, antes de sair correndo pra comprar um, é bom ler a respeito, verificar se realmente vale a pena comprar um ou chamar um pintor amigo pra fazer pra vc.

O que quero colocar aqui é que se eu tivesse que tirar o espelho do gabinete, no mínimo o tempo para emassar e pintar com rolinho/pincel seria muito maior. A pintura uniforme também me agrada muito visualmente. Acho que a tinta pulverizada fica com uma textura aveludada, quase um laqueado…

Eu aprovei, porque não tive que tirar absolutamente nada, nenhuma peça do local para que fosse pintada. O resultado é bonito e bem acabado. Ah… mais dois motivos importantíssimos: Não gerei entulho e ainda me esquivei da lenda urbana de “quebrar espelho dá 7 anos de azar” ! Hahaha

Pô Erika…mas não tenho compressor e não posso pagar um pintor. Posso usar outras técnicas?

Eu te digo: SIM!!!!! Tinta acrílica e esmalte, tinta de quadro-negro (essa ideia achei ótima), tinta magnética, eletrostática e até spray convencional… na verdade o que é importante saber na hora de pintar o espelho é que as camadas (demãos) de tinta devem ser finas para não correr o risco de descascar sacou?

Então dá na mesma usar o spray convencional? Depende… no meu caso, tenho certeza que o acabamento não sairia tão legal… até porque pintei dois tipos de superfícies na mesma operação. Madeira e espelho foram pintados juntos, coisa que só a pintura com o compressor faz por você!

Me digam o que acharam? Já tinham pensado em pintar sobre o espelho?