Categorias
BLOG DICAS DA ERIKA KARPUK

FERRAMENTAS PREFERIDAS #casadaErika

Sempre recebo muitas mensagens com dúvidas a respeito das ferramentas que uso, as que mais gosto, as que mais acho úteis ou aquelas ideais para montar um kit básico e começar por a mão na massa.. então aqui vai um post completo com vídeo <3 das ferramentas preferidas da #casadaErika

Ferramentas preferidas da @erikakarpuk #casadaerika

Vamos começar pela infraestrutura? Aqui no meu ateliê tenho dois carrinhos – obrigada Apex Tool Group – que são uma paixão, confesso.. são lindos, cabem super bem nos espaços que tenho, multifuncionais e dá pra ser reaproveitado facilmente em outros ambientes ;) neles consigo setorizar tudo que tenho – de fita adesiva à serra manual – assim acho o que preciso com facilidade, o que ajuda muito no trabalho, né gente?!

Ferramentas preferidas da @erikakarpuk #casadaerika

Em cima de um dos carrinhos tenho uma maleta da Bosch mega funcional, toda separada por potinhos – dá pra organizar como quiser e tirar da maleta só o que vai usar. Já no outro carrinho adaptei uma mesa onde consigo trabalhar e apoiar todo tipo de material – e se precisar é só desmontar e afastar para ter mais espaço.

Ferramentas preferidas da @erikakarpuk #casadaerika

ferramentas_09

As ferramentas elétricas são uma maravilha na #casadaErika – quem me acompanha a bastante tempo sabe que já cortei muita madeira com serrinha manual e estilete e já fiz muita gambiarra pra conseguir botar a mão na massa sozinha – pois bem.. foi aí que conheci a furadeira e parafusadeira que mudaria minha vida – obrigada Bosch!! E não é que ela tem uma versão mini, gente?! Me fala se não é bem a minha cara pra carregar na bolsa e levar onde quer que eu vá?! Para completar essa família, eu tenho e super indico o kit de ponteiras para furadeira. Aproveitando pra falar sobre outra mini salvação da Bosch, a trena a laser + medidor de nível.. assim mesmo, tudo em um! Super leve, compacto e juro, funciona super bem!!

Ferramentas preferidas da @erikakarpuk #casadaerika

ferramentas_03

Ferramentas preferidas da @erikakarpuk #casadaerika

Outra coisa que mudou bastante a rotina do ateliê da #casadaErika foi ter recebido os grampos de aperto rápido da Lufkin – com ele consigo segurar todas as peças no lugar sem fazer esforço e sem me preocupar se está tudo bem preso e seguro.

ferramentas_04

ferramentas_05

Agora, se tem uma coisa que eu uso, uso, uso e uso mais um pouco aqui é a serra elétrica – a minha é da Dremel maravilhosa – tem vários tipos de discos onde consigo cortar perfeitamente todo tipo de material! E ainda sobre ferramentas elétricas que uso e usei bastante durante a reforma da #casadaErika é a lixadeira elétrica – a minha é da Skil e pra ser sincera com vocês, ficaria mais feliz se ela tivesse um pouco mais de força e potência.

Ferramentas preferidas da @erikakarpuk #casadaerika

Por último e não menos importante, essa aqui é especial também.. recebo muitas mensagens perguntando qual foi a ferramente que usei para tirar o rejunte velho do meu banheiro – por conta desse vídeo aqui – e eu vos digo: multicortadora professional multiuso Bosch, minha gente!! ;)

ferramentas_07

1 – carrinho de ferramentas Belzer – clique aqui
2 – carrinho de ferramentas Sata – clique aqui para ver o catálogo completo (o meu é o cod: ST95107SC ;) )
3 – maleta organizadora Bosch – clique aqui
4 – parafusadeira Bosch – clique aqui
5 – parafusadeira portátil Bosch – clique aqui
6 – jogo de broca Bosch – clique aqui
7 – trena a laser com medidor de nível Bosch – clique aqui
8 – serra elétrica Dremel Saw Max – clique aqui
9 – lixadeira elétrica Skil – clique aqui
10 – grampo de aperto rápido Lufkin – clique aqui
11 – barra misturadora para cimento – clique aqui
12 – multicortadora para rejunte Bosch – clique aqui

Eai, me conta o que achou do post? Se foi útil pra você não esquece de compartilhar com os amigos, sempre ajuda alguém ;)

Me acompanhe e não perca nenhuma novidade <3
EkTuBe: https://www.youtube.com/erikakarpuk
Facebook: https://www.facebook.com/ErikaKarpuk
Grupo no Facebook: #casadaErika
Instagram: https://www.instagram.com/erikakarpuk/
Twitter: https://twitter.com/erikakarpuk

Para compartilhamento de texto e imagens LEIA AQUI!

 

Categorias
BLOG DESIGN SUSTENTÁVEL INSPIRAÇÃO

SALA DE ESTAR #casadaErika

Quando entrei na #casadaErika pela primeira vez, que abri essa porta, vi essas paredes – ou telas – todas em brancos, prontas pra receber amor e construir minha história. Compartilho com vocês todas as transformações que foram feitas na minha sala. ♥

Veja o #tour completo da SALA:

Transformação na sala por @erikakarpuk . Tijolinho, reaproveitamento, menos lixo mais design, desconstruindo a perfeição #casadaerika
Transformação na sala por @erikakarpuk . Tijolinho, reaproveitamento, menos lixo mais design, desconstruindo a perfeição #casadaerikaDepois de descascar as paredes e deixar a tubulação aparente – veja aqui – uma das primeiras coisas que fiquei com vontade de fazer quando comecei pensar no projeto da #casadaErika foi a estante de caixote – clique aqui para ler o post – numa época em que meu sofá era um bem pequeno do antigo escritório e além dele, tinha apenas duas poltronas. Que com certeza foi a melhor escolha que fiz pensando em custo benefício, estética e funcionalidade. Nela contém muitos detalhes de vida – vocês sabem que não costumo ter muitas coisas, e tudo que tenho está nessa estante ♥

Transformação na sala por @erikakarpuk . Tijolinho, reaproveitamento, menos lixo mais design, desconstruindo a perfeição #casadaerika
Transformação na sala por @erikakarpuk . Tijolinho, reaproveitamento, menos lixo mais design, desconstruindo a perfeição #casadaerikaDo lado direito tenho a #ParedeDeTijolinho onde vou colocando algumas artes e peças que garimpei, ganhei e que me inspiram de alguma forma. 1) poster que ganhei de uma revista ha 20 anos e mandei enquadrar, demorei muito tempo pra descobrir que o artista da obra é o Alexandre Crus “Sesper” 2) pratinho de parede fofo demais feito a mão pela Casa Verdinha 3) gravura do incrível Kennedy Bahia, e acreditem, comprei no bazar da Casas André Luiz por R$0,50 e mandei enquadrar 4) quadrinho garimpado White Russia, lembrando das minhas origens 5) cabeça de cervo da Archi Forma 6) retrato muito especial do meu pai com 15 anos – sim meu pai, gente – que herdei da Baba ♥ 7) quadro que passei toda a infância olhando e me imaginando ali, também ficou de lembrança da minha avó 8) shape que ganhei do artista Thomas Losada 9) arandela de coração feita com forma de bolo – veja o passo a passo aqui – que eu amo!

Minha poltrona tão linda e tão amada – inclusive pela Amy – dá um charme todo especial ao ambiente, e gente, foi garimpada na Casas André Luiz por R$55,00, depois mandei estofar – o serviço com o tecido (escolhemos um linho estampado floral) ficou em R$300,00. De um lado fica uma mesinha retangular linda, de pé palito e tampo pintado a mão, presente da Lena – minha amiga e cliente – onde sempre deixo flores.. flores até em panela antiga!! Do outro lado da poltrona fica minha mesa Saarinen dourada e uma mini mesinha amarela é da linha Orbi do Submarino.

Logo ao lado, embaixo da minha janela, temos o sofá da Essência Móveis, que é um sofá cama maravilhoso, que super resolve nossa questão familiar aqui, com duas crianças.. duas gatas.. fazer sessão de cinema com eles é uma delícia, gente!! As almofadas fofíssimas de flamingo, que tem tudo a ver com a #casadaErika, são da Soul Dessas e acho que tudo deu certo demais na composição com o tapete! Me contem o que vocês acham? Eu, particularmente, piro no tapete da Ts Revestimentos! Dá todo o conforto que minha sala merece.

Transformação na sala por @erikakarpuk . Tijolinho, reaproveitamento, menos lixo mais design, desconstruindo a perfeição #casadaerika
Transformação na sala por @erikakarpuk . Tijolinho, reaproveitamento, menos lixo mais design, desconstruindo a perfeição #casadaerikaPor fim, e não menos importante, tenho a parede de “passagem” onde ficam as portas do home office + sala de jantar e a porta do corredor. Nela fica um aparador que foi totalmente restaurado – era uma antiga estante, quem lembra?

E então.. o que acharam da sala da #casadaErika em sua forma final? Gostaram? Me contem nos comentários ;)

Fornecedores da sala:
Tapete 2×2 e cortina – Ts Revestimentos: http://www.tsrevestimentos.com.br
Sofá Cama – Essência Móveis: http://www.essenciamoveis.com.br
Poltrona comprada nas Casas André Luiz: www.mercatudo.org.br/nossaslojas
Tapeceiro – Seu José da pela Tapeceiro JF (atende SP e ABC) 11 44255391

Me acompanhe e não perca nenhuma novidade <3
EkTuBe: https://www.youtube.com/erikakarpuk
Facebook: https://www.facebook.com/ErikaKarpuk
Grupo no Facebook: #casadaErika
Instagram: https://www.instagram.com/erikakarpuk/
Twitter: https://twitter.com/erikakarpuk

Para compartilhamento de texto e imagens LEIA AQUI!

Categorias
BLOG DESIGN SUSTENTÁVEL

CAMA DE PALLETS #DIY – QUARTO DE GÊMEOS

Finalmente comecei a decoração do quarto das crianças aqui na #casadaErika!! <3 To tão feliz gente.. porque desde que mudamos pra essa casa não tinha conseguido fazer nada por eles, AINDA!!

O que acontecia aqui era que o quarto estava sem cama – o colchão ficava em cima de algumas espumas – e muita gente quando viu o tour da casa nova, sugeriu que eu fizesse algo com pallets. Estava meio relutante, confesso, porque já usei muitas e muitas vezes. Mas pesquisando os valores de camas e materiais para construir camas.. tudo muito caro!! Então a solução mais barata e mais legal realmente foram as camas de pallets!!

 

Antes Cama Pallets Por Erika Karpuk

Depois Cama Pallets Por Erika KarpukMateriais para duas camas:
1 8 (oito) pallets de 1,15 x 1,15m – comprei cada um por R$20,00
2 parafusos – quantos for necessário para deixar tudo bem firme
3 12 (doze) rodízios de 11 x 11cm com parafusos – comprei na GR Produtos Industriais
4 serra elétrica ou manual
5 lixa
6 tinta esmalte na cor que preferirTutorial Cama Pallet Por Erika KarpukPasso a passo:
1 caso seja necessário corte os pallets de acordo com o ambiente *dica – procure comprar o pallet no tamanho mais próximo possível do que você precisa
2 lixar, pintar e fixar os pallets uns nos outros com parafusos – usei 4 para cada cama. 2 em cima e 2 embaixo (tudo fica numa altura de aproximadamente 41cm)
3 fixar os rodízios – usei 6 em casa cama

*BÔNUS: Gavetinha DIY
Pra facilitar a organização, aproveitar melhor os vãos que os pallets deixam e também ajudar na hora de juntar os brinquedos que caem, fiz umas gavetinhas de eucatex – uma chapa bem fininha que cortei que estilete e colei tudo com cola quente. Para dar sustentabilidade colei 4 pedacinhos de madeira nos cantos da gaveta e por fim, passei pintei e fixei o puxador feito com corda de nylon colorida!

Espero que vocês tenham gostado desse post <3 eu e as crianças amamos as camas novas – que também são palco as vezes.. ficaram lindas e bastante seguras! Me contem o que acharam, e por favor, compartilhem com os amigos! ;)

Me acompanhe e não perca nenhuma novidade <3
EkTuBe: http://bit.ly/Inscreva-senoEkTube
Facebook: https://www.facebook.com/ErikaKarpuk
Grupo no Facebook: #casadaErika
Instagram: https://www.instagram.com/erikakarpuk/
Twitter: https://twitter.com/erikakarpuk

Para compartilhamento de texto e imagens LEIA AQUI!

Categorias
DESIGN SUSTENTÁVEL

O DESIGN, O LIXO E A CONSCIÊNCIA

A lista de acontecimentos ocorridos em 2015 é grande. Bons, muito bons, ruins e muito ruins. E pra mim esses altos e baixos da vida são super aceitáveis! Agradeço ao universo pela oportunidade de aprender e evoluir com essas experiências.

Mas em algum momento destes 365 dias que se passaram algo aconteceu. E mudou minha forma de ver, pensar, sentir e agir.


venini_vase_2

Tudo começou com uma breve pesquisa sobre a produção do vidro. Queria informações mais concretas sobre o uso dos recursos naturais no design e acabei mergulhando num mundo de informações não muito agradáveis…

Quanto mais me aprofundava, mais a culpa pesava em meus ombros.

Descobri que por causa do refrigerante que (não)tomo, em 2016 serão produzidas 840mil toneladas de garrafa PET só aqui no Brasil, e que 50% será descartada nos solos e oceanos.

PET o maior poluidor

Entendi que cada pedacinho de plástico, incluindo o filme que embalo os alimentos e a bexiga da festa das crianças é altamente poluidor, já que é quase impossível a sua reciclagem devido aos tamanhos reduzidos depois do uso.

bexiga

Ainda, percebi que tudo, absolutamente tudo, o que existe dentro das nossas casas, falando mais especificamente da decoração, provém de recursos naturais do planeta. Do cimento ao lençol da cama. E que num momento de compra, eu nunca havia questionado de onde e como aquilo havia sido fabricado, de onde foi extraído, e qual impacto ambiental gerou até chegar na minha casa.

Entendi que para uma madeira ser proveniente de área de reflorestamento, uma floresta foi dizimada antes.

Percebi que as indústrias de extração de mármores e granitos sempre inserem em seus sites alguma coisas sobre “compromisso sócio ambiental” e “respeito ao meio ambiente”, mas o que fazem é cortar literalmente montanhas, que eram cobertas de florestas, que eram o habitat de milhares e milhares de animais.

extração de mármores e granito

E que as pequenas reformas que fazemos todos os dias em nossas casas, comércios e escritórios rendem avassaladoras 122MIL toneladas ao dia de entulho que, quando não separados corretamente, são descartados como lixo comum.

Mas entendi que o lixo comum deveria ser destinado aos aterros sanitários, que são áreas “teoricamente” preparadas para receber o lixo sem que haja contato com solo e lençol freático e que apenas 40% das cidades brasileiras o fazem. O que significa 78 mil toneladas de lixo por dia indo para os lixões.

lixão
Imagem: http://g1.globo.com/jornal-da-globo/noticia/2015/07/lixo-produzido-por-80-milhoes-de-brasileiros-nao-tem-destinacao-correta.html

Descobri que os lixões são proibidos desde agosto de 2014 (nota: já que não foi cumprido o prazo para a erradicação dos lixões, foi criado um projeto de Lei que prevê ampliar o prazo para 2021), mas que 60% das cidades brasileiras ainda os mantém, e que um dos piores exemplos do nosso país fica em Brasília.

E que um próximo passo seria a incineração, porém os gases que são liberados na atmosfera são altamente tóxicos, liberando substâncias  bio acumulativas, carcinogênicas e teratogênicas (podem causar dano ao embrião ou ao feto durante a gravidez), podendo ser absorvidas pela pele, inaladas ou ingeridas.

Daí lembrei que cartões de natal com musiquinhas usam baterias. E pensei quantos desses cartões já ganhei e descartei sem pensar que essas baterias liberam  mercúrio,  chumbo e cádmio, que são muito tóxicos mesmo em pequenas quantidades.

pilhas e bateriais no lixo

Então entendi que o processo do consumo do século XX foi inserido pelos americanos para “salvar” a economia daquele país, mas se alastrou como uma doença em todo o mundo. E todo o “sistema” de extração dos recursos naturais, produção, venda e descarte só visa o lucro para as indústrias.

E percebi que essa ansiedade que tenho quando preciso comprar algo novo e moderno é exatamente o que os fabricantes, indústrias e governos querem que eu sinta. A sensação de que “se eu não comprar aquilo serei pior que o meu vizinho ou que não serei feliz” foi introduzida na minha vida desde criança, e é tão difícil se libertar desse conceito quanto largar um vício.

Comecei a procurar embalagens biodegradáveis e me deparei com um mundo de plástico sem fim.

supermercado

Me deparei com placas nas estradas de “não jogue lixo na estrada” “área de proteção ambiental” e “não polua”. Mas percebi que são placas hipócritas, sendo colocadas ali pelos municípios ou estado, que não implementam nenhum projeto real para a reciclagem de resíduos.

lixo no lixo

Me questionei qual a dificuldade dos governos em criarem um plano de conscientização para a população, e entendi que não existe dificuldade. Simplesmente os governantes não podem dar esse conhecimento à população, por que a sociedade cobrará as atitudes corretas.

Posso afirmar que a lista de tudo o que encontrei não pára por aqui. Chorei muito ao pesquisar e perceber o quanto eu, como ser humano, cidadã e profissional estava ausente e alienada. Senti vergonha de mim mesma.

Tenho conversado bastante sobre isso com as pessoas ao meu redor, e percebo o quanto essas informações são irritantes. Muita gente não quer saber, por que acha que já faz a sua parte… mas que parte meu deus?! Pagar as contas, separar a latinha de cerveja, doar roupas velhas para pessoas carentes?

Garanto que isso não é nada. O planeta está sendo consumido de forma violenta. A pobreza gerada pelas guerras de ego e poder são reflexo dessa economia linear, abusiva e consumista a que todos nós somos submetidos desde o momento em que nascemos.

A reciclagem é importante? Sim. Mas ela não é suficiente para a demanda do consumo atual. Precisamos reduzir o consumo urgentemente! De tudo! Por que reduzir o consumo é reduzir o uso dos recursos naturais e reduzir o lixo também.


E é por isso que em 2015 meu trabalho deu uma virada. Não consigo mais trabalhar como designer de interiores pensando apenas na decoração linda e perfeita, sabendo que tudo isso está acontecendo aqui, bem embaixo do meu nariz. E simplesmente ignorar. Não é indicando uma “madeira de demolição” para um cliente que estarei sendo sustentável. Ser sustentável vai além… ser sustentável é estar consciente, procurar formas de resolver os problemas que causei ao longo dos anos sendo uma profissional alienada nos moldes tradicionais, ser sustentável é pesquisar materiais que sejam menos agressivos ao meio ambiente.

E pesquisar não só o produto final, como também a industria que o produz. As grandes marcas, conhecidíssimas e respeitadas, usam o marketing em seu benefício para iludir o consumidor que só lê o rótulo bonitinho. As indústrias que mais poluíram o mundo até hoje, são as mais ricas, e são as que mais buscam “certificações” verdes. Entre no site de qualquer marca, das melhores e mais importantes do mundo… e irá encontrar alguma certificação verde… ou certamente encontrará as palavras  “meio ambiente” ou “sócio ambiental. Precisamos acordar!

Não adianta iniciar um ano novo, pensando que as coisas ruins devem ser deixadas pra trás e tudo esquecido. Os próximos 365 dias não serão melhores se a gente não aceitar os nossos erros e tentarmos juntos, resolvê-los.

Não vamos terceirizar a culpa, por que ela é nossa! Mas vamos transformar essa culpa em atitude, em ação!

Acredito na mudança? Sim! Acredito que tem solução? Sim! E vou trabalhar pra isso, com todas as minhas forças! Sei que tem muita gente que pensa como eu, e que por sinal me incentiva para continuar meu trabalho e manter meu foco. Por isso, peço desculpas por trazer o primeiro post de 2016 sem imagens coloridas e fofinhas… Agradeço você que lê esse texto imenso e peço que separe uns minutinhos para pesquisar sobre o assunto. Estarei aqui para trocarmos ideias e unirmos forças.

Um novo ano de fé, foco, energia, trabalho e respeito para todos nós! Bjx

Categorias
DESIGN SUSTENTÁVEL DICAS DA ERIKA KARPUK

GUIA PARA COMPRAR MÓVEIS E DECORAÇÃO EM BAZAR DE USADOS

Olá amig@s!

Eu visito o bazar da Casas André Luiz em Guarulhos faz muito tempo, e dessa vez decidi fazer um Guia pra facilitar as compras de quem quer se aventurar na busca de relíquias em bazares de móveis e objetos usados.

Casas André Luiz. Vila Galvão. Guarulhos.SP
Casas André Luiz. Vila Galvão. Guarulhos.SP

1º. Esteja disposto a se sujar!

Casas André Luiz. Vila Galvão. Guarulhos.SP
Casas André Luiz. Vila Galvão. Guarulhos.SP

Sim! Deixe a roupa “fina” em casa! Você está indo num local onde tem muita poeira e muitos móveis empilhados. Pela Lei de Murphy imagine o que vai acontecer? Provavelmente aquela cadeira “tipo sonho” será a primeira da pilha, ou seja você terá que tirar todas as peças que estão por cima!

2º. Você não será paparicado pelo vendedor!

Casas André Luiz. Vila Galvão/Vila Rio Guarulhos.SP
Casas André Luiz. Vila Galvão/Vila Rio Guarulhos.SP

Nesses lugares não tem funcionários para te paparicar. Eles são simpáticos, mas só atendem quando são chamados, para tirar alguma dúvida ou passar preços. Minha dica para facilitar a vida é, logo que chegar procure um vendedor e guarde seu nome, muitas vezes eles tem etiquetas com seus nomes para colar em móveis e objetos vendidos. Nas Casas André Luiz eu pego com o vendedor algumas etiquetas com seu nome pra colar nos móveis que quero, assim não preciso sair correndo atrás dele quando encontro algum objeto de desejo.

3º. Defina um estilo (e não um objeto específico)

Encontrando relíquias de decoração em bazar/brechó.
Encontrando relíquias de decoração em bazar/brechó.

Sempre que vou em bazares buscando uma mesa, saio com uma cadeira. Vou atrás de um aparador, saio com uma pilha de pratos antigos. É assim minha gente! Ir com um foco específico é frustração na certa. Sabe por que? Por que em bazar você encontra o que tem pro dia! Não é uma loja convencional. Encontrei essas cadeiras da imagem por acaso, R$ 10,00 cada uma! São lindas, estão com a estrutura perfeita. Só o estofado de duas delas que serei obrigada a trocar infelizmente. Mas é a oportunidade do momento! Nessa minha última visita fui tentar achar um vidro para uma mesinha, e encontrei por R$ 3,00! Sorte? Talvez. Mas poderia não ter encontrado. Então a minha dica é se decidir por um estilo específico, por exemplo “quero encontrar peças no estilo Shabby Chic para decorar minha sala.” E ir atrás de peças que transmitam esse estilo, ou peças que possam ser transformadas com base no estilo escolhido. Fui atrás de objetos para um cliente solteiro, e queria um estilo masculino e industrial. Encontrei vários itens que completarão a Dekor com alguns ajustes! Lógico que vocês terão que acompanhar as redes pra saber o resultado, mas mostro pra vocês os itens no seu estado “natural”.

Encontrando relíquias de decoração em bazar e brechós
Encontrando relíquias de decoração em bazar e brechós

Além dos objetos ainda encontrei algumas almofadas por 5,90 com tecidos variados e lindos. Acreditem se quiser! Gastei um total de R$ 211,00 para meu cliente, com valor médio menor que R$ 7 por peça ♥

4º. Liberte-se dos Preconceitos!

Bazar é lugar de pobre, lugar de rico. Gente que acha 3 reais um absurdo, gente que acha 500 reais uma bagatela. Tem coisa usada por outra pessoa, tem coisa nova com defeito, coisas quebradas, coisas sujas. Tem coisa faltando pedaço, parafuso e pé. Mas a graça está bem ai!

O prazer de encontrar um item belo e refinado no meio de outros sem valor é indescritível. E pensar que aquele objeto estava esperando pra ser encontrado por você…

NOTA: Não costumo comprar roupas nem objetos de uso pessoal, mas na minha última visita encontrei uma bolsinha FENDI! Original! Olha... não sou consumista e não ligo pra marcas, mas encontrar uma bolsinha reluzente por 5 reais fez minha alma feminina gritar de emoção.
Encontrando relíquias Casas André Luiz. Vila Galvão. Guarulhos.SP
Encontrando relíquias Casas André Luiz. Vila Galvão. Guarulhos.SP

Encontrei essa fruteira maravilhosa por 25 reais! E aí eu penso… Como ninguém viu antes? Estava lá, misturada à vários outros objetos… Imaginem a minha alegria :D

5º. Enxergue além do alcance! 

Abra os olhos da cara e do coração :D Como experiência pessoal posso afirmar, uma mesa sem um parafuso pode ser consertada. Uma peça solta pode ser encaixada. Um estofado rasgado pode ser trocado. Eu garanto a você que consertar é mais econômico que comprar novo. Se não tem como pagar, dê uma pesquisada no Youtube e certamente irá encontrar alguém ensinando a fazer. ♥

Abaixo algumas ideias reutilizando itens antigos:

Aqui as xícaras da vovó se transformaram em vasinhos. Você pode encontrar cerâmicas e porcelanas antigas nos brechós por R$5! Pires e pratos de sobremesa por R$2! (Aprenda a usar cerâmica antiga na decoração nesse vídeo AQUI)

Fotos e texto Erika Karpuk - SOB LICENÇA CC by-nc-nd 4.0
Os vasos de violetas são na verdade antigas xícaras adaptadas ao novo uso.
Cozinha de concreto da Erika Karpuk sob o conceito OBRA LIMPA

Na foto abaixo esse biombo de fibra natural chiquérrimo foi um pouco mais caro: R$110,00.

A cadeira(verde) “formiga” custou R$40,00.

Primeiro Estúdio Dekor. Casa restaurada de 1915 . Erika Karpuk
Primeiro Estúdio Dekor. Casa restaurada de 1915 . Erika Karpuk

Mesinhas assim são encontradas com muita facilidade. Essa abaixo paguei R$35,00 e apliquei o vinil auto adesivo preto. (Aprenda a usar e aplicar o vinil nos móveis nesse vídeo AQUI)

MESA DA VOVÓ

6º. Negocie o valor final

Geralmente é possível negociar os valores e ganhar bons descontos. Pechinche!

7º. Carreto e frete

Eu já comprei coisas demais e quando fui colocar no carro, adivinhem… Pois é, para não pagar esse mico, verifique se o seu carro comporta suas compras. Se for necessário contratar um frete, negocie antes de pagar as compras. Geralmente os carretos ficam em frente aos bazares, mas é importante negociar antes. Caso contrário o barato sairá caro. De verdade viu!

Também verifique se o transporte está em bom estado e se as suas compras estão bem protegidas para serem transportadas. Espelhos e vidros devem ser muito bem presos, se possível cobertos com mantas. No caso de um carreto com carroceria aberta, o responsável deve cobrir seus móveis para proteger do sol e da chuva.

MAIS DICAS:

  • Sempre dou uma olhada nos quadros. SEMPRE (mesmo!) encontro alguma coisa legal. Se a arte não me agrada ainda tem muitas molduras que poderão ser reaproveitadas.
  • Discos de vinil são jogados fora com certa frequência. O estilo musical pode até não agradar, mas existem capas sensacionais que podem virar quadros, jogos americanos ( cubra com fita adesiva ou contact cristal e use!) e painéis de parede.
  • Quando for comprar vidros usados, verifique se é vidro comum ou temperado, pois se for o segundo caso, não conseguirá cortar a peça.
  • Se o móvel é de madeira, nunca deixe de procurar (muito!) os famosos cupins. Muita gente doa seus móveis pois estão infestados de cupim. Caso o Bazar não os perceba, podem ser colocados à venda.
  • Esse é o SITE com todos os endereços das Casas André Luiz

Esse é o vídeo do meu SnapChat participando a galera com as minhas aventuras!

MAPA DOS GALPÕES – CASAS ANDRÉ LUIZ EM GUARULHOS