Categorias
BLOG DICAS DA ERIKA KARPUK

O QUE UM PROJETO DE DESIGN PODE FAZER POR VOCÊ?

Amigos,  nesse post vou explicar um pouco como nosso projeto pode funcionar pra você, mesmo que já tenha comprado móveis e o marceneiro acabou de montar seus armários…

Eu tenho recebido muitas duvidas nesse sentido, por isso achei legal esclarecer. Leiam a história a seguir:

“Luci comprou seu apartamento há 1 ano. Até agora conseguiu comprar a mesa de jantar e as cadeiras, comprou uma cristaleira dos seus sonhos, um lustre lindo, o sofá, algumas almofadas, e fez o painel da tv com um marceneiro conhecido. No entanto chegou o momento que ela não consegue definir cores, tapetes, a cortina (que já tem, mas comprou um tom off-white verde e acha que não está combinando muito com os outros tons), além de não saber o que colocar na parede… se um papel de parede, ou quadros, ou tudo junto!”

Essa é uma historinha fictícia… mas muito parecida com muitas que recebemos aqui todos os dias. E eu sei como é difícil completar a decoração… gente!!! é muito difícil!!!! porque o básico já existe! mas o que dá a graça, dá conforto no olhar e transpira a personalidade dos moradores não é o sofá… é a finalização da dekor! Então sempre parece faltar alguma coisa… nunca tá bom…

Então tá… esse post vai servir pra orientá-los, instigá-los (hehe porque não?), e principalmente me ajudar a ilustrar melhor meu trabalho por aqui.

Projeto de Decoração Online_depois_06b

O Designer faz, não só projetos completos, elaborados, com detalhamento de marcenaria e iluminação… o Designer de interiores está aí para finalizar a sua decoração com olhar mais técnico exatamente onde o detalhe faz a diferença…combinando cores, estilos, tecidos, alinhamentos(ah…alinhamentos…como fazem a diferença!) e proporções. Então pra ilustrar, eu vou apresentar um projeto pra vocês de uma cliente querida, que me chamou num caso desses… E o que eles mais sentiam falta era a integração dos ambientes… além do quê, faltavam assentos para as visitas… geralmente sentando no sofá de tv :) Entendam que para visitas, acho ideal algo confortável obviamente, mas não um assento que afunde ou que seja confortável demais da conta pro seu amigo não dormir enquanto conversa com você!

Reparem… esse é o apartamento antes… e não está nada mal né? Pelo contrário… a base é ótima.

Projeto de Decoração Online_antes_01

Eles combinaram bem os tons escolhidos. Tem um piso legal, rodapé bacana, as tonalidades dos amadeirados combinam com o tom da laca… enfim… tá bom.

Mas o que falta então? Vou listar:

1. Entre o sofá e a mesa de jantar existe um “espaço” razoável. Praticamente um ambiente vazio… O que fazer com ele? Dá pra utilizar melhor?
2. O painel da tv, novíssimo, alinhado a… nada!
3. A enorme parede à esquerda está vazia.

 O que foi feito:

Projeto de Decoração Online_depois_07
1. Criei um móvel de apoio atras do sofá, para setorizar e garantir uma certa privacidade na sala de tv, além de dar possibilidade dos moradores colocarem objetos de decoração trazidos de viagem e outras lembranças de vida.
2. O ambiente vazio ganhou função! Duas poltronas, mesa lateral e um banco rustic-chic da Saccaro deram vida e uso ao espaço, que fica ao lado da varanda, então quando tem muita gente, todos conseguem se posicionar confortavelmente.
3. O painel da tv foi alinhado às portas e janelas. O que significa dar um conforto ao “olho do observador” (já escutaram isso na aula de geometria?) porque visualmente ajuda o nosso cérebro a entender que a altura certa é aquela ali… e não uma ou outra ou outra…
4. Os proprietários não tem o costume de colecionar quadros ou itens decorativos para a parede, então a parede lateral ganhou um papel lindo da Ralph Lauren vendido na Celina Dias… chique não?

Outro detalhe importante que fiz foi dar um uso para um vão “nada”, que existia na frente da porta do lavabo(veja abaixo). Eu complementei com gesso, e inseri alguns nichos. Esses nichos servem de “guarda bolsas” para quando os moradores recebem muitas visitas.

Projeto de Decoração Online_depois_03

Do outro lado da sala, a área do jantar estava montada… como pode ver na foto abaixo. E estava exatamente assim! Bonita!
Projeto de Decoração Online_antes_03

Mas vou apontar as dificuldades:
1. A parede do fundo do buffet estava completamente vazia.
2. A adega não tinha lugar específico pra ela. E ainda servia de apoio para celular e chaves.
3. A cristaleira não estava integrada a decoração. Ela parecia estar lá temporariamente.
E olha só o que fiz:

Projeto de Decoração Online_depois_04
Projeto de Decoração Online_depois_01

Complementei o buffet existente (e novo, só para lembrar!) com uma gaveta que fez a vez de tampo também, com o mesmo amadeirado existente nos outros móveis. Pra parecer que tudo ali já estava super integrado desde sempre! A adega ganhou um lugar só pra ela, e a cafeteira chic também, além dos acessórios de cada equipamento, que tem agora um lugar bem específico pra morarem… a gaveta!

Projeto de Decoração Online_depois_05

O fundo da parede ganhou um mega espelho e dois painéis laterais amadeirados. Eles ajudaram a integrar todos os itens daquela parede! E olha que tem coisa heim? Mas o que fiquei mais feliz, foi conseguir inserir realmente a cristaleira na decoração, sem que ela parecesse fora do lugar como estava anteriormente.

Post longo né? Mas isso é só um pedacinho do nosso trabalho… pra demostrar que projetar a finalização de uma decoração já existente é tão complexa quanto fazer um projeto do zero. E isso, além de ser um trabalho bem minucioso precisa de muito carinho e respeito com quem fez a decoração base… você!

Espero que tenham gostado! bjos bjos

 

Categorias
BLOG ESTUDANTES E RECÉM FORMADOS

Como elaborar um contrato de design de interiores

Queridos amigos
Esse é mais um post relacionado ao inicio de carreira do design de interiores, na série mais que útil ” Como ser designer e não morrer na tentativa” com o apoio supersônico dos meus queridos amigos da AGGFiscal, sempre presentes na minha vida profissional e que me dão uma mão danada!

Já tem bastante tempo que tinha esse post em mente…mas antes dele, eu precisava dar um start no assunto… Falei de como começar… sobre o portfólio…de como abrir uma empresa juridica e toda a parte burocrática… mas o assunto da vez, e o que eu percebo até pelas solicitações de ajuda que recebo, é como elaborar um contrato.

o que é contrato para que serve

Você pode fazer o seu próprio contrato (não precisa copiar de ninguém!) Eu vou dar um modelinho básico pra você, e depois você pode ir inserindo clausulas que sinta necessidade. Lógico que bom senso é bom. Não vá colocar clausulas absurdas ou unilaterais, exemplo: O cliente não pode atrasar parcela por que leva multa (modo esdruxulo de explicar ok), e você tem direito de atrasar a entrega e nenhuma multa se aplica a você. Não dá né? O contrato deve ser bom pra todo mundo!dicas_03

Então tá… fiz esse contrato pra vocês, para que consigam dar um inicio. Quando comecei, o meu era bem simples mesmo. Então, conforme vamos trabalhando, vamos sentindo a falta de informações mais especificas. O próprio cliente te dá esse feedback. Por que se no seu contrato não tiver clareza, ele vai te questionar. E com isso, você pode ir melhorando aos poucos. Os itens que inseri, são exemplos de como você deve se portar, escrever, e também pra ver como um contrato é importante e sério. Você poderá baixar esse contrato em pdf, daí é só dar um Crtl+C Crtl V no word. Mais melzinho na chupeta impossível heim? Aproveitem. Bjos e boa sorte!contrato_OK

 

AGG FiscalAGGfiscal é nossa parceira de trabalho real. E é por isso que está aqui! Acreditamos que para uma empresa crescer com saúde só existe um caminho a seguir, o caminho do correto, que leva ao bem, à verdade, ao respeito e ao amor! Conheçam o site da AGGfiscal ! Além de ter noticias da área, você pode tirar suas dúvidas por lá! Legal né?

 

Categorias
BLOG ESTUDANTES E RECÉM FORMADOS INSPIRAÇÃO

CRIATIVIDADE É A MAIOR RIQUEZA DO CÉREBRO HUMANO

Faz tempo que não posto nada sobre as minhas inspirações, não porque não queira… mas o tempo acaba ficando curto mesmo.
E hoje não é diferente… estamos na maior correria por aqui mesmo! Mas tem coisas que preciso compartilhar com vocês, porque são tão tão tão inspiradoras…  fala se não é de suspirar com esse projeto?

(fos) 1

Agora os detalhes…
É uma instalação… ou seja… está lá como forma temporária, sendo uma intervenção artística. Obviamente com uma intenção… a de atrair T.O.D.O.S os olhares – será que funcionou? ;)

(fos) 2
Não é tinta. \o/ É fita adesiva meu povo!!! Sim… neste momento pausa para um suspiro…

(fos) 3
Fica em Madri, num pequeno restaurante Vegetariano.
O grupo mega bombástico supersônico é o Coletivo (fos), são arquitetos, designers de interiores e diretores de arte, que decidiram juntar as mentes criativas para desenvolverem “experiências” de design e como eles mesmos definem, se divertirem um pouco.

Percebam meus amigos, que (novamente digo isso aqui…) não é necessário gastar fortunas… não é necessário fazer empréstimos e financiamentos… e se endividar pro resto da vida… pra ter uma solução barata e lindaaaa pra resolver questões estéticas em casa ou no ambiente comercial. É preciso exercitar a mente! Pesquisem na internet, peguem referencias incríveis e tentem desenvolver outras soluções… ah… lógico… se não quiserem pesquisar muito, é só assinar o nosso canal no Youtube…hahahaha por sinal, semana que vem, tem vídeo bafônico pra vocês, com 3 projetos DIY com caixas de ovos (já viram o das rolhas?)!

Agora, sem mais. Olhem, babem, e inspirem-se pra arregaçar as mangas e fazer o seu mundo virar cor e amor sem fim!

(fos) 4 (fos) 5 (fos) 6 (fos) 8 (fos) 9 (fos) 7
(fos) 10

Babou? hehe Bjos Bjos

Categorias
BLOG ESTUDANTES E RECÉM FORMADOS

Como ser designer e não morrer na tentativa – post #3 como abrir uma empresa

Eba! O tão esperado post de Como Abrir uma Empresa está pronto!
Amigos designers de plantão, compartilho com vocês essas informações que são importantíssimas para quem está iniciando uma empresa.
Obviamente sem a AGG Fiscal, esse post não seria possível. Ela é nossa parceira desde o inicio de vida do Estúdio Dekor, nos acompanha e principalmente nos direciona para qual o melhor e mais correto caminho a seguir.
Pra relembrar, o primeiro post sobre o assunto foi sobre Estágio e você pode acessá-lo aqui. O segundo foi sobre Portfólio, e você pode ler na integra aqui.
Então vamos lá! Força na peruca! Pegando o caderninho e anotando tudo!

01 primeiros passos
Nota da Erika: Entende-se “ramo” a área de design de interiores. Entende-se “plano de negócio” qual o caminho que deseja seguir dentro da área, seja ela projetos, desenvolvimento de produtos (que vai de móveis à estampas), ou comercio (montar uma loja por exemplo)

02 plano de negócio
Nota da Erika: Para cada caminho existe um custo. Para começar você vai precisar de um bom computador, telefone com secretária eletrônica, impressora e internet. Além de boa vontade, muita energia pra trabalhar e otimismo! Por que o inicio não é fácil pra ninguém. Mas lembrem-se do que a “tia Erika” diz: RALA QUE ROLA! Então… nada de desanimo!

03 tipos de empresa

Nota da Erika: Pra quem está começando, provavelmente se enquadre na primeira alternativa: Autônomo. Eu particularmente comecei assim, registrada aqui na prefeitura de Santo André. Valeu a pena, por que o imposto era mínimo e conseguia emitir nota fiscal. Mas você não tem direito a CNPJ, e sim o seu CPF. Ou seja, conta em banco não dá pra ser Jurídica. Pra falar a verdade, me deu um baita orgulho quando recebi o registro do CNPJ… me senti gente grande…hahaha. Mas isso é bobagem de inicio. Vai segurando até quando realmente precisar, por que os encargos são menores. É sempre bom falar com um contador de confiança (no meu caso a AGGFiscal ♥) pra entender melhor esse universo, e saber qual a melhor alternativa pra você.

04 sociedade

06 tipos de nome
Registro de Marca é bem importante pessoal. Já pensou todo o trabalhão que você tem pra bolar um nome, criar um logo, desenvolver toda a papelaria, montar site… daí você recebe um comunicado que a empresa já existe e você tem que mudar tudo outra vez… é muito sério. Não é barato não… Vou fazer um post sobre isso também. Mas já deixo aqui registrado que vocês devem ficar espertíssimos com esse item. Eu registrei as minhas marcas no MPBrasil.
07 o que é cnpj

08 sindicato

Nota da Erika: Acho que uma empresa saudável é aquela que cumpre suas obrigações dentro da lei. Isso eu concordo plenamente. Mas eu odeio ser obrigada a me filiar a alguma coisa sem que eu queira. Eu odeio. Infelizmente no nosso país, somos obrigados a muitas coisas que não nos trazem beneficio algum. Então, meu porém é, até que você tenha funcionários, não é obrigada a se filiar a nada. Quando tiver funcionários, aí sim… vai ter que “contribuir” obrigatoriamente para o sindicato. E não só você como empresa… mas seu funcionário também :(

09 impostos

11 quanto tempo demora

Nota da Erika: Dependendo da prefeitura onde você dará inicio à abertura de sua empresa, o custo pode variar. Mas hoje dia 26/maio/14, a previsão é que você gaste de R$ 600,00 a R$ 700,00 para se tornar gente grande. Além de meio salário mínimo de administração para a empresa de contabilidade fazer todo o acompanhamento pra você.

AGG Fiscal

Queridos, o post é longo mais tem muitas informações legais. Se vocês tiverem duvidas, vocês podem entrar em contato direto com a AGG Fiscal, na página deles no Facebook, e podem postar as duvidas por lá. Tenho certeza que eles serão tão legais com vocês quanto são com a gente.

 

Categorias
BLOG ESTUDANTES E RECÉM FORMADOS

como ser designer e não morrer na tentativa – post#2 portfolio

Esse é o segundo post da série “Como ser designer e não morrer na tentativa?” com o apoio da AGG Fiscal, e se você não viu o primeiro, sobre estágio, você pode clicar aqui pra ler! ;)

o que é porfoliocomo começarqual programa usarDicas

O importante é colocar dedicação e carinho em tudo que é feito. Futuros clientes ou futuros chefes reconhecem quando o profissional põe amor no que faz, esse é o grande diferencial 

AGG Fiscal

 

 

AGGfiscal é nossa parceira de trabalho real. E é por isso que está aqui! Acreditamos que para uma empresa crescer com saúde só existe um caminho a seguir, o caminho do correto, que leva ao bem, à verdade, ao respeito e ao amor! Conheçam o site da AGGfiscal ! Além de ter noticias da área, você pode tirar suas dúvidas por lá! Legal né?

 

Categorias
BLOG DICAS DA ERIKA KARPUK ESTUDANTES E RECÉM FORMADOS

REFLEXÃO SOBRE PROJETO DE INTERIORES ONLINE

Arquitetura e decoração sempre foram minhas paixões,  que preenchem minha alma e me fazem completa e feliz.

Trabalhei durante anos na forma tradicional, e que a maioria dos designers trabalham: reunião inicial com cliente, pré-projeto, projeto executivo (com um caderno de detalhamentos de 100 páginas!), depois o acompanhamento de obra, depois o projeto de decoração, até finalizar como aqueles programas de tv sabe? que o designer coloca o vaso de flores pra mostrar que terminou? Pois é… trabalho árduo… delícia, mas que demanda meses, até anos de muita dedicação.

Em 2010, quando os gêmeos nasceram, parei tudo e fiquei 1 ano e meio em casa cuidando deles. Nesse período tentava achar uma alternativa para voltar a trabalhar com o que amo sem me ausentar tanto, já que a maioria dos meus clientes sempre esteve em São Paulo e morando em Santo André o deslocamento ficaria inviável. Um belo dia, uma amiga arquiteta me ligou e disse que eu poderia “responder” dúvidas sobre decoração pela internet. Num primeiro momento achei uma sugestão estranha, mas uma semente foi plantada.

Mas a semente que havia sido plantada culminou em “criar” algo novo. Precisava de uma estrutura que pudesse satisfazer minha alma de designer, de mãe e de ser humano.

Pra mim foi muito difícil começar do zero novamente, já que eu conhecia totalmente as etapas de projeto, meu nome já estava publicado nas revistas e minha exposição como individuo estava preservada.

E foi com muita coragem, muita pesquisa e muita dedicação, que o DEKor Projeto de Decoração Acessível nasceu ♥

Atualizei meu contrato, criei a página do Facebook, comecei a aprender sobre mídia e marketing digital, e consequentemente minha privacidade foi exposta. Para vender um produto tão pessoal, delicado e importante na vida das pessoas, eu teria que mostrar quem eu era, já que o contato físico com o cliente seria praticamente nulo.

Graças a Deus, o meu trabalho foi muito bem recebido… consegui atingir e ajudar pessoas que estão em lugares que profissionais de design são um serviço de elite, ou mesmo inexistentes.

A repercussão foi imediata, positiva e pra mim, um retorno de amor e gratidão absolutamente lindo! Coisa que eu nunca havia sentido… afinal… eu trabalho para pessoas que sequer imaginaram contratar um designer de interiores… e hoje eles podem!

O projeto que faço não tem nada de mecanizado… tem pessoas de verdade aqui do outro lado… e faço questão de dizer o tempo todo:” façam com amor! façam com amor! ” tipo a tia chata! :D

Conversamos muito aqui no Estúdio para deixar bem marcado o que realmente queremos como profissionais. E temos consciência de que trabalhamos com os sonhos de outras pessoas! Temos a absoluta certeza de que não fazemos um projeto baseado em normas técnicas, e sim respeitando à individualidade de cada cliente, como sendo único e especial. E eu não tenho como falar isso publicamente, se não for verdade… por que meus clientes (quando lerem isso) podem chegar aqui e me desmentir sem dó. Estou na internet!!!! Nada escapa!!!!

Por que esse texto todo?

Quando comecei, haviam 2 sites específicos, um que faz exatamente o que eu faço, mas é totalmente online(e na minha opinião é impessoal… mas como não sei exatamente como funciona, posso estar equivocada) e o outro de leilão de projetos. Não tinha mais nada! Não tinha referência nenhuma! Tudo o que fiz, foi com meu bom senso e minha sensibilidade e experiência profissional mesmo…

Estou muito assustada (pra falar bem a verdade…) com a repercussão da ideia da galera fazer “projeto online”. São muitos sites, muita gente vendendo esse serviço… por valores que não pagam nem a internet que se usa.

Eu fico em cima do muro, num misto de felicidade e preocupação.

Felicidade, por que sei que sou referência nesse segmento online para muitas pessoas (e não sou eu que digo isso, quem dizem são os vários seguidores, amigos virtuais e designers) que antes estavam desempregados e hoje graças a Deus estão trabalhando, e isso é maravilhoso!!!

Preocupação, porque acho que está rolando uma depreciação forte da profissão pelos próprios designers de interiores que estão iniciando nesse segmento online… como um servicinho qualquer, fácil de fazer, que não requer muito esforço.Sendo online ou não, se for feito com responsabilidade e amor, ele é digno como qualquer outro. E não é porque o trabalho é online que pode ser tratado como coisa pouca… Pelo contrário, o projeto online necessita de um cuidado redobrado, pois o risco de erro em todos os sentidos é multiplicado por 1000!

Hoje me deparei com um texto chocante e cruel que chama o profissional que faz o projeto online de lixo! isso mesmo! L.I.X.O! Não a mim, foi de uma forma generalizada… mas me senti muito triste com isso:(

Nunca foi minha intenção dar inicio a uma geração de designers online… sempre quis trabalhar com o que amo e poder ficar mais próxima dos meus filhos.

Por isso meus amigos designers de plantão, sendo online ou não, vamos fazer a profissão de designer de interiores online merecer admiração e respeito! Cada um cobra o que acha que vale seu trabalho. E isso eu não posso opinar! Mas posso afirmar como uma das percursoras no assunto, que você deve fazer valer cada real pago! Fazer com amor sempre! E ser honesto e descente para com seus clientes e seus colegas de profissão.

Se você pensa como eu, e quer se dedicar de corpo e alma nessa nova forma de atender os clientes que eu chamo de “orfãos do design”, vai com fé e se dedique! Rale muito! Doe amor! Faça com o coração! Com 100% de responsabilidade e respeito! Porque vai dar certo!

Agora, se você acha que fazer projeto online é dinheiro fácil, trabalho rápido, sem muito esforço, sem muito comprometimento… então meu amigo… melhor repensar as suas posturas, por que assim você só estará denegrindo não só sua imagem, mas a imagem de todos os profissionais de design, sendo eles online ou não.

Se você chegou até aqui neste imenso texto, obrigada por me “escutar”. Espero que esse texto possa servir como uma reflexão, a todos os que pensam em ser, os que acabam de se tornar, os que estão na corrida maluca para ser alguém, os que já ralam muito para se manterem onde estão, e todos os que por algum motivo se identificam com o nosso querido design de interiores.

ah… tem trabalho pra todo mundo viu! O mundo é tão grande… e se cada designer de interiores tiver 1000 clientes, ainda assim… ainda terá muita gente precisando de bons profissionais. Por isso se você trabalha da forma tradicional, não culpe os projetos online pela falta de projetos, clientes ou coisa parecida. Sugiro que faça uma auto análise e reveja seus conceitos e atitudes. Se liberte de antigos processos e se jogue com o coração. Tenho certeza que será recompensador. :D

Categorias
BLOG ESTUDANTES E RECÉM FORMADOS

Como ser designer e não morrer na tentativa? – post#1 estágio

É no estágio que você começa a identificar o que gosta ou não de fazer dentro da área escolhida. E no caso da nossa área, existem muitos caminhos a seguir. Uma coisa é certa… não negue nada de primeira!!! Vá… se jogue… apreenda… depois de alguns meses se você sentir que realmente não rola… comece a buscar outro… Sim! Você está estagiando… Você pode e deve fazer isso! MAS ATENÇÃO: Quando uma empresa contrata um estagiário, apesar dela saber que você tem pouca ou nenhuma experiência, ela vai querer ver o seu melhor…  uma empresa espera no mínimo, comprometimento do estagiário! Por isso, quando for contratado, além de se dedicar, respeite os horários, não faça “corpo mole”, siga uma regrinha da Dna. Dóris minha mãe: o serviço nunca acaba… quando você achar que acabou, organize as pastas, limpe a mesa, aponte lápis… SEMPRE tem trabalho!!!! E se por acaso percebeu que aquela não é a empresa dos seus sonhos, converse com o responsável, avise das suas intenções de sair. Tenho certeza que os chefes ficarão admirados pela postura profissional e serão gratos por isso!

Lembre-se: Os chefes de hoje podem ser ser seus sócios e parceiros de amanhã! Afinal, você não será estagiário pra sempre!

Estágio_Dicas da Erika Karpuk
Estágio_dicas Erika Karpuk

Estágio_dicas Erika Karpuk

#sentaquelávemhistória: quando era estagiária lá em Barbacena… :D brincadeirinha gente…
fiz efetivamente 3 estágios. O 1º. durou 18 meses! Eu adorava! E os chefes arquitetos me deram muita linha… Eles me deram a chance e eu abracei! No primeiro dia, eles me pediram para fazer alguns estudos de uma porta de ferro… nunca vou esquecer… e depois fiz muitos detalhamentos, muito projeto comercial… foi demais! Agradeço demais a oportunidade! O 2º foi mais breve… uns 6 meses… para fazer Projetos corporativos… quase morri de tédio…porque não é minha praia… mas tem gente que adora! Ainda bem né? Caso contrário, as grandes empresas não seriam tão bem projetadas… E o 3º fiquei também uns 08 meses… e fiz muito projeto residencial e muitos muitos projetos pra uma agencia de viagens (não posso dizer qual é hehe mais é a maior do BR ;) )

Por que contei isso pra vocês? Pra que percebam que meus estágios não tem muito haver com o meu trabalho hoje… MAS sem eles eu não estaria aqui… TUUUdo faz parte! TUUUdo é aprendizado! E TUUUdo vale aprender!

Estágio_dicas Erika Karpuk

Estágio_dicas Erika Karpuk
Se quiser ler na integra as informações passadas pela AGGfiscal, você pode ler e baixar o PDF Aqui>>>>>> Duvidas sobre Estágio

dicas sobre estágio Erika Karpuk

Pra fechar esse post (ufa! :D) só mais uma dica:

RALA QUE ROLA!!! Sem muito trabalho e ralação, ninguém chega a lugar algum! Seja você, mas seja “um” você esforçado, curioso, questionador, honesto e feliz! Vai que é tua! E a vida tá te esperando lá fora! Muito amor pra todos! 

AGG Fiscal A AGGfiscal é nossa parceira de trabalho real. E é por isso que está aqui! Acreditamos que para uma empresa crescer com saúde só existe um caminho a seguir, o caminho do correto, que leva ao bem, à verdade, ao respeito e ao amor! Conheçam a página da AGGfiscal ! Além de ter noticias da área, você pode tirar suas dúvidas por lá! Legal né?

Categorias
BLOG ESTUDANTES E RECÉM FORMADOS

Como de ser um designer e administrador de empresas…sem morrer na tentativa!

Gente… vou falar… se tem algo chato na vida de um designer é ter que cuidar de contas, impostos, e bla bla blas desse tipo…

Administração deveria ser matéria obrigatória na grade dos cursos de arquitetura e design de interiores!!! Por que você se forma… cheio de inspirações e super animado… mas quando vai pra vida empresarial… meu deus!!!! nem sabe por onde começar… é ou não é?

como administrar uma empresa de designEu sei que é… porque eu penei muito! O estúdio tem 7 anos mas trabalhei pros outros desde os meus saudosos 18 anos (foram 11 anos dedicados ao aprendizado)!!

Primeiro que como funcionário, muitas e muitas pessoas não sabem dos seus direitos (principalmente nessa área de arqui e decor), vou dizer que, se o escritório é grande… tem uma infra… uma área de RH, tudo bem… caso contrário é uma bagunça e falta de informação até dos próprios chefes proprietários em questão. E outra situação são os recém formados… O que fazer? Como abrir uma empresa? Vale a pena? E os impostos?  CNPJ?  Nota Fiscal? Imposto de Renda? Conta em Banco? Profissional Autônomo ? Micro empresa??? Planilha de gastos/recebimentos? Contratos?

hahahahahahaha tô rindo gente… por que é essa loucura mesmo!!!!

Mas para você crescer profissionalmente, para ser sério o negócio… não tem jeito! Essa parte enlouquecedora deve fazer parte do seu dia a dia… e o pior… você tem que aprender como fazer tudo direitinho. É muito importante você entender e aceitar que essa é uma área tão importante quanto o próprio design!

Eu aprendo todos os dias… e graças a Deus, tive muita sorte nesse sentido. Por que há 12 anos atrás conheci o Sr. Alcides, um mestre administrativo, um empresário com uma visão responsável e respeitosa em todos os sentidos gerenciais que conheço.  Ele criou a AGG Fiscal e Contábil há muitos e muitos anos atrás, e foi ele quem me ajudou a “dar a vida” a minha empresa…  hoje seu sucessor é seu filho Ulisses, que é um suporte e referencia pra mim como empresário e administrador.

E em todas nossas conversas, surgem tantas duvidas(minhas lógico hehe)… e sempre pensei que poderia ser muito legal poder escrever sobre isso… por que as vezes, parece um bicho de sete cabeças e de repente com uma informação correta e confiável tudo parece ser mais fácil… enfim, meus amigos… essa ideia vai sair do papel!!! Sim sim!!! minha euforia é grande!!!

Erika Karpuk -  Estúdio DEKor

A partir desse mês, vou escrever aqui, e logicamente com todo o suporte da AGGfiscal, a respeito desses assuntos que a gente só vê que é importante quando a gente precisa… Por isso, se tiverem duvidas, questões relacionadas sobre empresa, empregado, empregador, leis, e bla bla blas … escrevam no comentário desse post… Tentaremos dar uma visão mais realista e correta do mundo dos negócios! Tenho certeza que será útil para muitos que não sabem nada sobre o assunto, e para aqueles que tem alguma duvida e não sabiam pra quem perguntar!!! É aqui ó!!! :D

Tenho 2 lemas de trabalho que uso a muito tempo:

1o. Quando a gente faz com amor… só pode dar certo!!! (isso eu tenho certeza!!!)

2o. Rala que Rola!!!! (sem muita ralação… muito trabalho… muito mesmo… não vai rolar… por isso tem que arregaçar as mangas e se jogar no trabalho!)

e meu lema para 2014!

Estar no único caminho que alguém pode encontrar a felicidade verdadeira… o caminho do bem!! ( não existe o caminho do meio não… não dá pra ficar em cima do muro…  e tenho certeza disso a cada dia!)

Muito carinho e muito amor pra vocês! Espero que curtam! ♥

Categorias
BLOG ESTUDANTES E RECÉM FORMADOS

UM COMENTÁRIO QUE VIROU POST ♥

respostaParaDaniBlog

Amigos… sou designer de interiores, e me formei há (acho que) 5 anos… descaso eu não ter certeza… nãooooo! Simplesmente isso nunca foi muito importante pra mim…  Então vou dizer o porque de começar falando nisso e o porque desse post…

Eu recebo muitas perguntas de estudantes de design e arquitetura querendo saber como eu comecei… o que é preciso para iniciar na área… como ser conhecido… enfim… toda semana respondo alguma coisa sobre isso aqui ou no Face… e essa semana recebi um comentário de uma querida chamada Daniela que me chamou a atenção.

Sei que os comentários são públicos, e que qualquer interessado pode ler… mas eu decidi criar um post especial justamente para que tenha mais visibilidade, outros estudantes leiam, e que possa inspirar a todos que se interessam por essa área maravilhosa… Ele deixou a disposição seu e-mail para que eu pudesse comentar com certa privacidade… hehe… Dani… tô gritando aqui! :D

Antes… só uma palavrinha pro cêis… galerinha do design… O que escrevo abaixo é a minha opinião… não é a verdade absoluta por favor… essa é a minha história, a minha vida e a minha verdade…Sou profissional nada famosa… nada glamour… tem muita gente ai melhor que eu, muita gente mais importante… mais conhecida…enfim…

Por isso, lembrem-se de que cada um deve fazer a sua história individual… referencias são essenciais para nosso desenvolvimento profissional, mas o seu caminho é você quem traça… é você quem escolhe… E o que seu coração sente… só VOCÊ pode sentir!

perguntadaaDani

Oi Erika! Estou terminando o colegial e apesar de já saber o que quero fazer (sempre soube!), eu tenho dúvida em relação ao mercado de trabalho. Vou fazer Arquitetura e Urbanismo e quero fazer cursos/especializações em design/movelaria/marcenaria, já tenho isso meio que pautado. Maas, nessa área conta muito com quem você estagia e você trabalhou com o Rosenbaum! Então se você quiser, claro, me dá umas dicas nesse ponto? Tipo, em qual faculdade você se formou e como foi o caminho pra conseguir entrar em um grande escritório, se você fez esses cursos à parte da faculdade e tals. Sei que é um tanto quanto pessoal (esse “deixe uma resposta” dá uma ideia de intimidade né?) mas se pudesse responder, me ajudaria demais! Só pra terminar esse texto gigante (desculpa,saiu), seu trabalho é ótimo e acho que isso também se dá pela sua pessoa, as coisas são passadas de um jeito confortável, paciente, fofo até  (pra não deixar a coisa gritando pra todo mundo, pode mandar a resposta no e-mail, fica à seu gosto.  obrigada desde já!

 respostadaErika

Querida, vamos lá… vou pedir sua licença para consertar uma frase tua… ”  nessa área conta muito COMO você estagia” e não com quem… o famoso QI abre portas, mas se você não tiver muita vontade, muita garra, muito amor… nada… nada adianta… o seu conhecimento ninguém te dá… nem um profissional desconhecido, nem um famoso… isso você adquire trabalhando muuuuuuito… sem preguiça… varando noites… sem comer, sem fazer xixi… yes! é a vida real… não tem glamour…tem a ralação… especializações são fantásticas… e se eu tivesse tido grana na época em que estudava, poderia ter feito várias… mas nunca pude… e quando comecei a trabalhar, trabalhei. Muito. E trabalho… agora… com 35 anos, estou pensando em fazer pós e mestrado… por que gostaria de dar aulas futuramente. A especialização só é valida quando você utiliza o conteúdo na prática da sua profissão. E eu fiz o caminho inverso… fui do conhecimento e trabalho para o acadêmico. Então querida, o que eu te digo é… não tenha medo de se jogar… experiência em qualquer escritório, sendo ele bombado ou não… você só adquire se houver dedicação… caso contrário isso é nada. Nunca deixei de trabalhar por que não era formada. E sempre fui respeitada como profissional. E hoje, para contratar alguém, tenho a mesma postura. Pra mim, não vale o diploma na mão… Vale a atitude como ser humano e como profissional… Boa sorte com todo o carinho do mundo! Se joga na profissão, e aproveite tudo o que ela pode te oferecer. Por que escolher esse caminho… é recompensador, gratificante… pode acreditar. Com super carinho, espero que te ajude. ♥

ps. Sou formada em Design de Interiores pela Universidade Anhanguera, antes UniA. Um dia conto um pouco sobre essa passagem da minha vida. ;)

Categorias
DICAS DA ERIKA KARPUK INSPIRAÇÃO

REFLEXÕES DE UMA DESIGNER

Uma de minhas brincadeiras preferidas quando criança era debruçar no caderno de imóveis, e  brincar “dentro” dos apartamentos decorados. Criava personagens com palitinhos de fósforo, e ficava horas vivendo dentro daquelas páginas. Aventurei-me a desenhar aqueles apartamentos, e com 11 anos já tinha feito minha primeira planta. Mirabolantes e utópicas, é verdade, com jardins imensos na suíte imperial, banheiras que poderiam ser piscinas, varandas tão grandes que poderiam ser um outro apartamento. Mas para uma criança que vivia em uma família com dificuldades financeiras, era uma forma de suavizar a realidade e sonhar com o futuro.

Sou sinceramente grata ao mundo por me dar a chance de ser o que sempre sonhei. Ser o que sou. E não peço mais. Faço apenas minha parte por que sei que a recompensa é inevitável quando se faz com amor.

E meu estilo de trabalho está totalmente ligado às experiências de vida que ganhei. Acredito que o designer de interiores e o arquiteto só são completos como profissionais se eles conseguirem respeitar e traduzir a personalidade de seu cliente no projeto. Isso é essencial. E apesar de ser extremamente importante, não é apenas a técnica que conta nestas profissões e o lado humano deve ter um peso equivalente ao acadêmico.

O lado humano a que me refiro, são as sensações, as histórias de vida de cada um, suas crenças, seus amores, sua família, seus sonhos. E não existe teoria suficiente para explicar o que é a vida plena particular de cada individuo. Para entender uma pequena parcela disso, tão necessário para o desenvolvimento do projeto,  é preciso abrir o coração e sentir. Sentir o cliente.

O ser humano se acostuma e se adapta as mais diversas situações, da falta ao excesso, da pobreza ao luxo, do campo a cidade, do ar puro ao poluído. E numa casa, não é diferente. As pessoas se adaptam. Vivem o dia a dia corrido, e muitas vezes olham mas não vêem. Ou melhor, preferem não ver. A vontade de mudar existe porém pela falta de tempo as pessoas deixam pra depois.

Quando entro num ambiente para uma avaliação inicial é como se um botão fosse acionado. O olhar começa a procurar os alinhamentos, as possibilidades, os erros, as bagunças, as estampas erradas, ou a falta delas, as cores, as circulações que podem ser melhoradas, detalhes que se forem modificados transformarão as vidas de quem circula e vive ali.  Porém existe um respeito enorme à aquele individuo que está na minha frente. Quase num pedido de socorro. E isso é muito humano. Não posso entrar na casa de alguém e iniciar um tiroteio de defeitos. Apontando de forma egocêntrica e até mesmo cruel.

O que mais me admiro é, que quanto mais respeito as imperfeições dos outros, mais sou respeitada como profissional. E isso é muito humano, é a troca de amor.

Essa consciência coletiva em respeito ao planeta é o reflexo das mudanças nas atitudes dos seus moradores, nós seres humanos.  É importante sim, falar de sustentabilidade e posturas ecologicamente corretas, mas principalmente fazer isso se tornar parte de nossas vidas, de forma natural, sem a obrigação.

O design consciente está mais próximo e acessível a todos a cada dia. A restauração de móveis antigos, o respeito com a arquitetura histórica, a utilização de materiais que agridam menos a natureza, tudo isso está ligado a um só sentimento: Amor.

Sabemos que todos somos responsáveis por tudo e por todos. Ninguém está e nem vive sozinho. E tudo está interligado. Sempre esteve, mas agora temos consciência disso. A beleza está na simplicidade, por isso aproveite! Pois ser chique é ser você mesmo e realçar o que você tem de melhor! Seja no seu trabalho, na sua casa, na sua vida.

Texto publicado na revista Perfil Empresarial